Notícias
novembro 26, 2021

Na última quarta-feira, dia 24, no Fórum RNP 2021, aconteceu a apresentação do Painel – Estratégia de Oferta de Serviços Digitais para as Instituições de Ensino Superior, com o moderador Antônio Carlos Fernandes Nunes (Diretor de Serviços e Soluções – RNP) e os palestrantes Edward Madureira Brasil (Reitor da UFG), André Henrique dos Santos Castro (Subsecretário de Tecnologia da Informação e Comunicação – STIC/MEC) e Tomás Dias Sant’Ana (Secretário de Educação Profissional e Tecnológica – SETEC/MEC).

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) realiza anualmente o Fórum RNP, encontro que aborda assuntos políticos e estratégicos do setor de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) com o olhar no futuro das redes e infraestrutura de tecnologia que compõem o sistema nacional de CT&I. A partir dessa temática, promove um amplo debate sobre o uso e a gestão das TIC para finalidade de ensino, pesquisa, inovação, saúde, cultura e defesa.

Tomás Dias Sant’Ana (SETEC/MEC) fez uma breve apresentação sobre o PÓLEN – Programa de Cooperação para eficiência da Rede Federal de Educação – e em sua explanação, abordou a missão e os valores do Programa, a Normatização e a Estrutura do Ecossistema de Inovação, destacando também a importância da visão transversal do MEC, bem como a inovação e transformação digital para as instituições.

Já o Professor Edward Madureira Brasil (UFG) destacou que hoje a sociedade convive com a realidade híbrida (presencial/virtual), mas que tempos atrás ela mesma tinha certa resistência ao uso dessa modalidade. “É um desafio e, ao mesmo tempo, importante que a infraestrutura física e das interfaces permitam a interatividade, com qualidade maior e a um custo menor”, frisou Edward. Por fim, ponderou que a integração das universidades é fundamental no processo de romper barreiras e fronteiras físicas a favor da educação do país.

Em sua participação, André Castro (STIC/MEC) abordou algumas ações que a Subsecretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação tem executado no tocante ao planejamento, desenvolvimento e oferta de soluções compartilhadas para a Rede Federal de Ensino.

Pontuou, também, que o Ministério da Educação detém um novo Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação (PDTIC – 2021/2023) com pontos focais na: Transformação Digital na Educação (PTDE), Interlocução MEC + SGD + IFES, Projetos Estruturantes (apresentação de projetos) e Compartilhamento de Soluções (o que está sendo planejado).

Ressaltou que a Gartner, empresa global de consultoria imparcial em tecnologia, reconheceu o PDTIC do MEC, após avaliação do documento, como o “Melhor plano já avaliado pela consultoria independente”.

Ainda reforçou a intenção de posicionar a STIC como entidade responsável pela articulação em torno dos serviços digitais para a Rede junto à Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia, às Secretarias de Educação Superior, Profissional e Tecnológica do MEC, às IFES e a outros atores relevantes nesse processo de avanço na transformação digital junto à Rede.

Ainda reforçou a intenção de posicionar a STIC como entidade responsável pela articulação em torno dos serviços digitais para a Rede junto à Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia, às Secretarias de Ensino Superior e Técnico do MEC, às IFES e a outros atores relevantes nesse processo de avanço na transformação digital junto à Rede.

Destacou também 2 (dois) projetos que estão em desenvolvimento na STIC:

–          Acesso ao Ensino Superior 4.0: é um redesenho e unificação dos sistemas que dão suporte aos processos seletivos de acesso à educação superior e está sendo desenvolvido pela RNP, numa parceria da STIC com a SESU, atualmente na fase de mapeamento de processos de negócio e entendimento das oportunidades de inovação;

–          Rede Aprender + Jornada do Estudante: desenvolvimento de uma plataforma integrada de informações da educação brasileira e disponibilização de um app para os estudantes.

Por fim, ponderou que “A STIC/MEC está trabalhando na construção de um ecossistema de inovação e oferta de soluções digitais para Educação em todos os níveis”, com parceiros estratégicos como o SERPRO e a própria RNP.

FONTE: Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações da STIC