Assessoria Internacional divulga lista de aprovados e o cadastro reserva para o Programa de Bolsas da Hungria
Notícias
8 de julho de 2021

Governo Brasileiro, por meio da Assessoria Internacional do Ministério da Educação, e a o Governo Húngaro, por meio da Tempus Public Foundation, em conformidade com o Acordo de Cooperação assinado entre os dois países,  torna pública a lista de estudantes contemplados no Programa de Bolsas Stipendium Hungaricum 2020-2021.

Além dos estudantes contemplados, a lista traz também os nomes dos estudantes que ficaram em lista de espera e que poderão ser chamados à medida que surjam desistências e vagas. Acesse aqui a lista de aprovados e o cadastro reserva.

Seguem as orientações do governo húngaro para que os estudantes iniciem o processo de visto e envio de documentação.

1-      Processo de solicitação de visto

Os estudantes contemplados deverão aguardar o e-mail oficial da Tempus Public Foundation com as orientações e documentação necessária para se apresentarem à Embaixada/Consulados da Hungria no Brasil, os quais já foram informados sobre o processo de solicitação de visto pelos estudantes contemplados.

É importante que os documentos como passaporte e identidade civil estejam dentro do prazo de validade e com a data de vencimento não inferior a dois anos. Assim, não haverá necessidade de renovação de documentos no decorrer do curso.

Orienta-se que os candidatos leiam  as informações necessárias de visto e entrada na Hungria. Sendo necessário, entrem em contato diretamente com a Embaixada/Consulados para que eventuais dúvidas sejam sanadas.

Tais informações estão disponíveis no site oficial da Embaixada húngara e podem ser acessados por meio dos seguintes links:

a)      Para documentação: https://braziliavaros.mfa.gov.hu/bra/page/entrada-na-hungria

b)      Orientações gerais de entrada no País: https://saopaulo.mfa.gov.hu/page/cidadaos-brasileiros

c)      Endereços e contatos da Embaixada e Consulados Gerais da Hungria no Brasil podem ser encontrados no link a seguir:  https://braziliavaros.mfa.gov.hu/bra/page/konzuli%20h%C3%A1l%C3%B3zat

2-      Etapas essenciais para o início do processo de solicitação de visto dos bolsistas

Para ter acesso às bolsas, os candidatos devem aceitar a oferta de bolsa no sistema de candidatura online dentro das próximas 2 semanas, que será enviado à instituição húngara de acolhimento para emissão da “Carta de Admissão”, documento necessário para o processo de candidatura ao visto.

Candidatos com status condicional também poderão proceder à aceitação ou recusa de sua bolsa. Esses candidatos devem concluir as duas etapas até o prazo determinado, ou seja: (i) enviar os documentos ausentes; (ii) e aceitar a oferta de bolsa.

Para os candidatos que não possam receber os diplomas até a data estipulada para envio, a Tempus Public Foundation criou uma exceção, desde que o Ministério da Educação possa emitir comunicação oficial ao Governo Húngaro. Para esses casos, solicita-se que os candidatos enviem a declaração de conclusão de curso e o histórico escolar emitido pela Universidade ou Instituição de Ensino Superior para o e-mail:  para que a Assessoria Internacional do MEC possa enviar o referido comunicado à Tempus Public Foundation.

Reassalta-se também que o documento oficial de aceitação será enviada aos candidatos, por e-mail, por meio do sistema online da Tempus Public Foundation. O mencionado documento destina-se a atestar o estatuto de bolsista e também é documento necessário para o processo de visto.

Os candidatos devem concluir todas as tarefas administrativas até 1º de agosto de 2021, caso contrário, ficarão impossibilitados de receberem a bolsa.

3-      Certificado de exame médico obrigatório

Para os bolsistas que iniciarão seu programa de bolsas na Hungria, é obrigatório fazer o upload de um atestado médico no sistema de inscrição on-line DreamApply e se submeter a um exame médico na chegada a Hungria. Os candidatos que não cumprirem esta ação serão excluídos do processo de candidatura.

Os candidatos deverão carregar o certificado médico obrigatório ou uma declaração (informando que o certificado médico obrigatório será carregado até 1 de agosto de 2021).

Caso o bolsista seja considerado inapto para prosseguir os estudos com base no resultado do exame médico, a condição de bolsista fica suspensa no semestre em que foi apurada a inaptidão médica. A condição de bolsista é encerrada se, após a repetição do exame, o aluno for considerado inapto do ponto de vista médico para continuar e concluir seus estudos.

4-      Estudos durante a Pandemia de COVID-19

Os candidatos aprovados poderão iniciar os seus estudos no primeiro semestre do ano letivo de 2021/2022, desde que estejam autorizados a entrar na Hungria e se inscrevam com sucesso até 30 de setembro de 2021, exceto se a instituição anfitriã defina um prazo diferente.

As instituições de ensino superior provavelmente retomarão as aulas a partir de setembro de 2021 de modo presencial. Em circunstâncias especiais em que os alunos não possam viajar para a Hungria, a aprendizagem online poderá ser substituída se os regulamentos governamentais atuais permitirem este modo de estudo e a instituição anfitriã oferecer a possibilidade de aprendizagem online. Neste caso, os alunos precisam fornecer uma prova forte das restrições de viagem que os impeçam de viajar para a Hungria.

De acordo com os regulamentos, as restrições de viagens ainda estão em vigor. Aqueles que tenham o status de estudante estarão sujeitos a regras específicas no que diz respeito à entrada na Hungria. Aconselhamos que os candidatos permaneçam atentos aos seus e-mails, pois serão divulgadas informações sobre condições e procedimentos necessários para o ingresso naquele país. Ademais, todas as informações referentes ao Programa Stipendium Hungaricum estão disponíveis no site https://stipendiumhungaricum.hu/

5-      Cobertura da bolsa estudantil caso as aulas online sejam retomadas

Os alunos receberão os subsídios mencionados acima, desde que tenham o status de aluno ativo na instituição anfitriã.

Reiteramos que os bolsistas são instados a iniciar o procedimento de visto em tempo hábil, o que pode incluir também uma avaliação médica. Conforme mencionado anteriormente, os bolsistas também receberão informações sobre esses detalhes e obrigações por e-mail.

Em caso de quaisquer alterações devido à pandemia, a Tempus Public Foundation informará.

6-      Disposições cobertas pela bolsa – aulas online

Os bolsistas que por algum motivo forem incluídos nas aulas online, e que não residam na Hungria, não terão direito a receber a bolsa mensal, a contribuição para acomodação e o seguro médico, são benefícios que se destinam a auxiliar os custos de vida do estudante na Hungria.

Os bolsistas que não puderem iniciar os estudos devido a restrições de viagens podem solicitar o adiamento dos estudos.

Fonte: MEC