Datas de inscrição do Prouni e Fies 2021 impedem uso da nota do Enem
Educação Superior
8 de dezembro de 2020

Estudantes que prestam o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em janeiro de 2021 não poderão usar as notas da prova para o Prouni (Programa Universidade para Todos) e Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

As inscrições para os programas de acesso ao ensino superior acabam no final de janeiro, mas os resultados do Enem só serão liberados em março de 2021. O cronograma foi divulgado pelo MEC (Ministério da Educação) na última sexta-feira (4).

Segundo as informações divulgadas, estudantes podem se inscrever para o Prouni de 12 a 15 de janeiro enquanto o Fies aceita candidaturas de 26 a 29 de janeiro.

No card, há o seguinte texto: “Fies 2021. Cronograma 1/2021. Inscrição: de 26 a 29 de janeiro de 2021. Resultado 2 de fevereiro de 2021. Complementação da inscrição – pré-selecionados em chamada única: de 3 a 5 de fevereiro de 2021. Convocação por meio de lista de espera: de 3 de fevereiro até o dia 18 de março de 2021”.”
No card, há o seguinte texto: “Prouni 2021. Cronograma 1/2021. Inscrição: de 12 a 15 de janeiro de 2021. Resultado da 1ª chamada: 19 de janeiro de 2021. Comprovação de informações dos pré-selecionados: de 19 a 27 de janeiro de 2021. Resultado da 2ª chamada: 1º de fevereiro de 2021. Comprovação de informações dos pré-selecionados: de 1º a 9 de fevereiro de 2021. Inscrição na lista de espera: de 18 e 19 de fevereiro de 2021. Resultado da lista de espera: 22 de fevereiro de 2021. Comprovação da documentação por parte dos candidatos pré-selecionados por meio da lista de espera: de 22 a 25 de fevereiro de 2021”.”

Após a divulgação das datas incompatíveis, a UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) chegou a solicitar uma reunião com o ministro do MEC, Milton Ribeiro. Em um trecho, a organização diz que recebe a notícia com “grande espanto”.

“Já enfrentamos uma situação de evasão escolar, de total falta de apoio, de exclusão digital e agora isso. Não estamos entendendo nada. Poderemos entrar numa faculdade? Ou irão nos tirar isso também? O MEC precisa ser claro e responsável com nosso futuro, que é também o futuro do Brasil”, afirmou a presidente da UBES, Rozana Barroso.

Procurado pelo UOL, o MEC ainda não se manifestou sobre o assunto. A pasta também não respondeu questionamentos dos vestibulandos nas redes sociais.

A decisão do MEC, feita sem consulta aos estudantes, causou incômodo.

 

Fonte: Uol