Enem 2022: tema da redação é valorização de comunidades e povos tradicionais
ENEM
novembro 14, 2022

O tema da redação do Enem Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 é: “Desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil”. A informação foi divulgada neste domingo (13), em primeira mão, pelo ministro da Educação, Victor Godoy.

O tema é o mesmo tanto para o Enem impresso quanto para o digital e, em ambas as modalidades, o texto deverá ser feito a mão. Por isso, é obrigatória a utilização de caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente.

Além da redação, os participantes respondem hoje provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, e ciências humanas e suas tecnologias. Os participantes começaram às 13h30 (horário de Brasília). Ao todo, serão cinco horas e trinta minutos de aplicação, com encerramento às 19h para os participantes regulares. Aqueles que adquiriram tempo adicional terão mais uma hora para concluir o exame, e quem estiver fazendo videoprova em Libras terá mais duas horas.

O Enem é realizado em dois dias de aplicação e é composto por quatro provas objetivas. Ao todo, são 180 questões, sendo 45 de cada área do conhecimento. O segundo dia de exame ocorrerá no próximo domingo, 20 de novembro, com aplicação das provas de ciências da natureza e suas tecnologias, e matemática e suas tecnologias. Os participantes terão cinco horas para realizar as provas.

Ao todo, 3.396.632 pessoas estão inscritas, considerando as duas versões (impressa e digital). Dos inscritos, 3.331.566 escolheram a versão impressa, e 65.066, a digital.

Enem – O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, tornou-se uma das principais portas de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (ProUni), ambas ações do Ministério da Educação (MEC).

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados são usados como critério único ou complementar dos processos seletivos, além de servirem de parâmetros para acesso a auxílios governamentais, como o proporcionado pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Os resultados individuais do Enem também podem ser usados nos processos seletivos de instituições portuguesas que possuem convênio com o Inep para aceitarem as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal.

 

FONTE: Assessoria de Comunicação do MEC