Pesquisadores afirmam que reabrir escolas sem diminuir contágio por Covid leva a uma aceleração na pandemia
Coronavírus
15 de março de 2021

Um artigo publicado nesta quarta-feira (10) na revista científica The Lancet afirma que reabrir escolas sem diminuir contágio por Covid leva a uma aceleração na pandemia.

O texto é assinado por 12 especialistas, entre médicos, epidemiologistas, bioestatísticos e psicólogos ligados às universidades de Londres, Southampton, Oxford, entre outras, e leva em consideração a situação vivida no Reino Unido. Eles citam pesquisas científicas e referências dos estudos usados para embasar as opiniões.

O artigo afirma que, embora as escolas sejam espaços essenciais para a aprendizagem, saúde mental e o desenvolvimento social, “não foi feito o suficiente para torná-las mais seguras para alunos e funcionários.”

No Brasil, uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (10) aponta que quase 6 em cada 10 cidades ainda não desenvolveram protocolos de biossegurança para a reabertura das escolas municipais. Elas concentram 48% dos alunos da rede pública, em sua maioria, da educação infantil aos anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano). A maioria planeja retornar o ano letivo por meio do ensino remoto.

No artigo, os pesquisadores afirma que, sem medidas adicionais para diminuir o contágio, haverá aumento da transmissão do vírus. Isso poderá levar a variantes mais contagiosas, mais bloqueios, mais escolas fechadas e risco de evasão escolar.

 

Fonte: G1