6 de cada 10 participantes do Enem poderiam estar no ensino superior
Notícias
Gabrielle Boeze janeiro 18, 2024

Ao revelar os resultados do Enem 2023, o MEC destacou que, segundo uma análise inédita do Inep, 6 em cada 10 participantes teriam condições de ingressar no ensino superior mesmo com notas abaixo da média nacional. O MEC enfatizou que os candidatos têm pelo menos três oportunidades para cursar uma graduação: através do Sisu, Prouni ou Fies.

O ministro da Educação, Camilo Santana, afirmou que todos os jovens brasileiros têm condições de usar o Enem para acessar o ensino superior, e os processos seletivos para Sisu e Prouni começarão em janeiro. As datas do Fies serão anunciadas em breve.

VAGA PELO SISU 

Caso 1 | Participante do Enem, da ampla concorrência, com nota 570 

Caso 2 | Participante do Enem, concluinte do ensino médio na rede pública, com nota 532  

 VAGA PELO PROUNI 

Caso 3 | Participante do Enem, da ampla concorrência, com nota 509 

Caso 4 | Participante do Enem, concluinte do ensino médio na rede pública, com nota 509  

*Todos os casos consideram as notas de corte do Sisu e Prouni de 2023. Logo, em 2024, pode ocorrer alguma variação. 

Cursos possíveis  Nas quatro simulações, os participantes com nota pouco acima da média nacional, no caso do Sisu, e mesmo abaixo da média, no caso do Prouni, teriam condições de cursar várias licenciaturas, além de cursos de engenharia, gestão, administração e até direito. Para aqueles que tentam uma vaga pela ampla concorrência, seria possível passar em 842 cursos (ver nuvem de palavras abaixo). Para aqueles que concluíram o ensino médio em escola pública e contam, portanto, com reserva de vagas, por causa da Lei de Cotas, as chances são ainda maiores. Com uma nota abaixo da média nacional, esse grupo de estudantes poderia cursar 1.658 cursos.  

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MEC, com informações do Inep