MEC irá coordenar ações de enfrentando a violência nas escolas
Notícias
abril 6, 2023

O Ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou nesta quarta-feira (5), a criação de um Grupo de Trabalho (GT) para discutir propostas de enfrentamento e prevenção à violência na escolas no Brasil. O anúncio foi feito, em conjunto com os ministros dos Direitos Humanos e da Cidadania, dentre outros órgãos da presidência.

Além disso, o grupo será instituído por meio de Decreto Interministerial, a ser assinado pelo presidente, Luiz Inácio Lula da Silva. Confira abaixo a explicação disponibilizada no site do Ministério da Educação sobre o GT:

Ampliação – a proposta de ações de enfrentamento à violência no ambiente escolar vinha sendo elaborada pelo MEC desde o ataque à Escola Estadual Thomazia Montoro, em São Paulo, em 27 de março.  Após o ataque em Blumenau, a proposta ganhou o reforço de outros ministérios. 

A inclusão do Ministério da Saúde no GT visa contribuir com o acompanhamento voltado para a saúde mental e apoio psicológico nas escolas. Já o Ministério das Comunicações apoiará em questões voltadas para o uso das redes sociais por parte dos jovens, com propostas de serviços de inteligência para o monitoramento de redes sociais, que possibilitem detectar algum tipo de ameaça nas escolas.

Ronda escolar – uma das ações que o Governo Federal realizará, por meio do Ministério da Justiça, é o fortalecimento da ronda escolar no entorno de escolas públicas, tanto municipais quanto estaduais. 

Solidariedade – O ministro da Educação também havia se solidarizado com os familiares e amigos da professora, Elizabeth Tenreiro, de 71 anos, morta, em 27 de março, no ataque à Escola Estadual Thomazia Montoro, em São Paulo. 

Fonte: Assessoria de Comunicação do MEC