Pronacampo prevê formação de professores e distribuição de material didático
Acessibilidade
27 de maio de 2021

De responsabilidade da Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação (Semesp) do Ministério da Educação (MEC), o Programa Nacional de Educação do Campo, mais conhecido como Pronacampo, visa abranger ações de formação inicial e continuada de professores, distribuição de material didático específico, acesso e recuperação da infraestrutura em todas as etapas e modalidades de ensino da educação do campo.

Com o objetivo de atender às necessidades de todas as áreas que envolvem a educação no campo, o Programa se divide em quatro eixos. São eles: a Gestão e Práticas Pedagógicas; a Formação Inicial e Continuada de Professores; a Educação de Jovens e Adultos e Educação Profissional; e a Infraestrutura Física e Tecnológica.

Além dos quatro eixos, o Pronacampo conta com ações interligadas, sendo elas: o PNLD/Campo, a Ação Escola da Terra, a Licenciatura em Educação do Campo, o PDDE Campo, o PDDE Água, o Luz para Todos na Escola, e a Inclusão Digital. A Inclusão Digital, por exemplo, foi instituída em 2013 e consiste em dar apoio financeiro para que as escolas do campo possam ter acesso à computadores e à internet.

Essa ação atende às escolas do campo que informam, por meio do Censo Escolar, que a instituição não possui computadores e acesso à internet. Somente no ano de 2019, a ação Inclusão Digital beneficiou, por intermédio do Programa de Inovação Educação Conectada, 4.906 escolas do campo e 141 escolas indígenas.

Saiba mais sobre os eixos e ações do Pronacampo.

Fonte: MEC